Diretoria Executiva da ASTN se aproxima de outras carreiras de Estado

Publicado em 05/06/2018 02:09:11

A Diretoria Executiva da ASTN realizou nesta última semana reuniões com representantes de três importantes carreiras de Estado: Analistas de Comércio Exterior (AACE), Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP) e Analistas do Banco Central (Comissão de Representantes).

 

Reunião com o presidente da ANFIP, Floriano Martins de Sá Neto

 

Estratégia da ASTN

A ASTN tem como premissa que apenas carreiras e órgãos fortes são capazes de cumprir suas funções sociais, por meio do posicionamento técnico qualificado, e justificar seus custos para os contribuintes.

Para tanto, é fundamental que as carreiras essenciais ao Estado brasileiro dialoguem entre si. São muitas as pautas comuns entre as carreiras, em especial a defesa de uma política econômica coerente, o fortalecimento dos órgãos e defesa dos servidores.

Na semana de 21 a 25 de maio de 2018 a ASTN fez reuniões com representantes de três importantes carreiras de Estado: Analista de Comércio Exterior, Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil e Analistas do Banco Central.

Esse é apenas o início da construção de uma rede de colaboração e de troca de informações, na qual pretendemos incluir outras carreiras.

Mas qual a diferença dessa atuação para o modus operandi de outras uniões de Sindicatos, por exemplo?  A diferença é que a ASTN, embasada em seus valores, está buscando aliados para uma atuação mais inteligente e alinhada aos desafios fiscais e sociais do Estado brasileiro. A colaboração entre as carreiras vai gerar resultados apenas quando respeitar valores essenciais como a coerência fiscal, a isonomia e a transparência. Com esse espírito, pretendemos formar uma frente de carreiras que atue de forma mais moderna no diálogo com o Governo e com a sociedade.

 

Reunião com os Analistas de Comércio Exterior

A reunião com a Associação dos Analistas de Comércio Exterior (AACE) contou com a participação da Presidente – Klenize Chagas Fávero – e da Diretora Administrativa – Maria Fernanda Lima. Por parte da ASTN, estiveram presentes Rafael Perez (Presidente), Jailison Silveira (Vice-Presidente) e Lucas Leite (Diretor Administrativo).

Ao longo do encontro, os representantes da AACE compartilharam sua história de criação (20 anos da existência da AACE) algumas visões que possuem sobre o futuro da carreira de analista do comércio exterior, além de alguns conselhos sobre bons produtos e serviços para os associados. Sobre a carreira, Klenize comentou que vislumbra a possibilidade de uma união do ciclo de gestão em uma única carreira, porém com distintos cargos e órgãos de exercício/lotação. Nesse sentido, eles esperam fortalecer as atividades desempenhadas dentro dos distintos ministérios em que atuam.

Em relação à gestão da associação, nos foi repassado a informação de que uma consultoria jurídica pode ser benéfica aos associados e à Diretoria e que contratar uma empresa específica para comunicação da Associação, no caso deles, não foi vantajoso.

Por parte da ASTN, procuramos contar nossa história, além do planejamento de atividades para 2018. Neste sentido destacou-se o desenvolvimento de estudos (chamadas públicas) promovido pela ASTN, além da dificuldade em obter o desconto em folha.

 

Reunião com a ANFIP

Fomos recebidos na sede da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP) pelo seu presidente, Floriano Martins de Sá Neto.

Além de apresentamos a ASTN, nosso histórico e nossa pauta, discutimos temas relacionados ao sistema tributário brasileiro, às regras fiscais e à Previdência Social. Conversamos sobre a possibilidade de parcerias futuras para seminários e estudos relacionados às regras fiscais do país.

Floriano convidou a ASTN para participar do Fórum Internacional Tributário, que acontecerá em São Paulo, de 4 a 6 de junho, e para colaborar com o grupo de especialistas que compõe e produz o Programa da ANFIP: “Reforma Tributária Solidária.

 

Reunião com os Analistas do Banco Central

De forma análoga à organização dos servidores da STN em uma Comissão de Representantes, independente de entidades sindicais, atua no Banco Central do Brasil um representativo grupo de Analistas.

Recebemos esse grupo no Tesouro Nacional e a conversa foi extremamente produtiva. Os Analistas do Banco Central estão encaminhando a criação de uma Associação e puderam conhecer a nossa experiência.

Conversamos também sobre dificuldades enfrentadas por ambas as carreiras em seus órgãos e em negociações com o Governo. Em termos de valores e ideias sobre o modo de atuar, descobrimos que somos bastante alinhados.

 

Agrupar para conquistar

A ASTN continuará estreitando laços com essas e outras carreiras de Estado.

A troca de informações elevará a qualidade e a abrangência dos estudos elaborados pela ASTN.

A união em torno de pautas comuns fortalecerá os servidores e os órgãos no diálogo com o Governo e com a sociedade.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *